Dom Walmor preside missa pelos 60 anos da consagração de Minas Gerais a N. S. da Piedade

30 Julho 2020
(0 votos)

 

 

Na próxima sexta-feira, 31 de julho, a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vai participar da Missa solene para celebrar os 60 anos da consagração de Minas Gerais à sua Padroeira – Nossa Senhora da Piedade.

 

A celebração vai ser presidida pelo arcebispo de Belo Horizonte e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Oliveira, será às 15h diretamente do altar do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – a menor Basílica do mundo e será transmitida pela TV Horizonte e pelas redes sociais do Santuário.

Os demais integrantes da presidência da Conferência vão participar da celebração fazendo saudação ao povo mineiro: dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre e primeiro vice-presidente, dom Mário Antônio da Silva, bispo de Roraima e segundo vice-presidente, e dom Joel Portella Amado, bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB.

Neste ano, por causa da pandemia da Covid-19, o Santuário não está aberto à visitação como tradicionalmente acontece neste período da Consagração de Minas Gerais a Nossa Senhora da Piedade. Segundo a Arquidiocese de BH, pela primeira vez em mais de 250 anos a Basílica não vai receber grandes peregrinações.

No entanto, os peregrinos não vão ficar totalmente de fora. Respeitando todos os protocolos de segurança, medidas de distanciamento social e outros cuidados para conter a pandemia do novo coronavírus, um pequeno grupo de fiéis vão participar da celebração.

Eles vão representar os milhares de peregrinos vicentinos que, há 49 anos, iniciam o período de peregrinações, realizando uma grande romaria ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade. De acordo com a Arquidiocese de BH, no ano passado, a romaria dos vicentinos reuniu cerca de cinco mil pessoas.

Para finalizar a data festiva, logo depois da Santa Missa vai ser realizada uma live solidária de músicas clássicas e populares com a participação da cantora Gabi Drummond e o Duo Eleonora – formado por Flávia Ribeiro (voz) e Violeo Lima (voz/violão) também transmitida pelo Facebook do Santuário.

História

A devoção a Nossa Senhora da Piedade em Minas Gerais, no alto da Serra da Piedade, tem mais de dois séculos e meio. Segundo a tradição, no século 18, uma jovem, surda e muda de nascença, passou a ouvir e a falar após testemunhar a aparição de Nossa Senhora, no alto da Serra. Desde então, o local passou a receber peregrinos e foi edificada uma singela igreja, dedicada a Nossa Senhora da Piedade, onde teria ocorrido o milagre.

No altar desta igreja, a imagem de Maria, com Jesus nos braços, é uma das primeiras obras de Aleijadinho, mestre do barroco mineiro. A grande devoção do povo mineiro motivou autoridades e bispos a solicitarem ao Vaticano o reconhecimento de que Nossa Senhora da Piedade é a Padroeira de Minas Gerais.

O pedido foi acolhido pelo então Papa São João XXIII e, no dia 31 de julho, uma grande festa marcou a consagração de Minas Gerais a Nossa Senhora da Piedade. Mais recentemente, em 2017, a singela igreja construída no século 18, conhecida como Ermida da Padroeira de Minas Gerais, foi elevada a basílica pelo Papa Francisco.  É a menor basílica do mundo.

 

20 Views
Pascom Diocese de Ituiutaba

A diocese de Ituiutaba é uma divisão territorial da Igreja Católica no estado de Minas Gerais. A sé episcopal está na Catedral de São José, localizada no município de Ituiutaba.

A diocese de Ituiutaba é uma divisão territorial da Igreja Católica no estado de Minas Gerais. A sé episcopal está na Catedral de São José, localizada no município de Ituiutaba.

Foi criada em 16 de outubro de 1982 pelo Papa João Paulo II pela bula. Quo Melius ( que quer dizer Quanto Melhor ) de 16 de outubro de 1982, com território desmembrada da Arquidiocese de Uberaba e da Diocese de Uberlândia.

 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…